Quem Somos

FUNDAÇÃO

Fundada em 15 Outubro de 2015, como este formato somos pioneiros em Portugal no treino e modificação comportamental para cães e famílias.

No entanto, a nossa jornada começou em 2010, quando ajudamos a moldar novos comportamentos tanto em tutores quanto em cães por meio da CÃOportamento Animal, uma precursora da Dogga que evoluiu para a marca que conhecem hoje: @Dogga.

Nascemos com uma visão moderna e inovadora, focada em criar parcerias sociais entre tutores e cães. Através de abordagens profissionais e avançadas, continuamos a formar-nos e a trabalhar para entender e aprimorar os comportamentos, procurando sempre a harmonia e o bem-estar de todos os membros da família, de duas e quatro patas.

Na Dogga, estamos sempre comprometidos em proporcionar uma experiência educacional de qualidade, utilizando métodos modernos para alcançar resultados reais. A nossa história é marcada pela evolução constante e pelo desejo de tornar as relações entre humanos e cães mais significativas e gratificantes.

Junte-se a nós nesta jornada, onde o passado molda o presente e o futuro é construído a cada interação positiva entre tutores, cães e famílias.

Bem-vindos à Dogga – onde a aprendizagem e a compreensão criam laços que duram toda a vida.

MISSÃO

Na Dogga, estamos sintonizados com as necessidades do mundo moderno e trabalhamos incansavelmente para criar harmonia entre os nossos amigos caninos e as famílias urbanas. Compreendemos os desafios que surgem do estilo de vida agitado da sociedade atual – o tempo escasso, os compromissos inadiáveis e a busca por equilíbrio.

A nossa missão para além sermos “os advogados do cão” é orientar as famílias na jornada de integração do cão de companhia no contexto familiar, proporcionando um ambiente saudável e acolhedor. Reconhecemos a importância de superar os obstáculos que vêm com a vida urbana, enquanto nos esforçamos para criar relações saudáveis entre tutores e cães.

É daí que surge o nome “Dogga” – uma fusão criativa das palavras em inglês “Dog” (cão) e “Yoga”. Assim como o yoga busca harmonia entre mente e corpo, nós buscamos a harmonia entre cães e famílias, promovendo a união e o entendimento mútuo.

Não treinamos apenas, nós transformamos! Cada um dos  nossos alunos, desenvolve as competencias sociais necessárias para se transformar num cão “zen”, um autentico “Yoga Dog” – um Dogguinha cheio de equilibrio.

Em 2019 expandimos os nossos serviços para alcançar um público ainda maior. Ano após ano, deixamos uma marca positiva ao educar cerca de 800 familias, cerca de 1000 cães ano. 

Temos a noção que esta transformação é mais do que individual; é uma mudança que impacta a todos. É com orgulho, que afirmamos, que ao redefinir a educação canina em Portugal, estamos a impulsionar uma revolução social que ressoa nas famílias e nos seus “companheiros peludos.

Hoje a DOGGA é sinónimo de instalações modernas, abrangendo cerca de 1500mt2 de espaço interior e exterior, no coração da cidade do Porto. Aqui, a nossa metodologia “force free” é a estrela, priorizando a educação positiva e recusando qualquer forma de agressão, ou seja, uma abordagem verdadeiramente “aversive free”.

“Não é apenas treino; é transformação, é evolução, é a revolução de como entendemos e partilhamos a vida com os nossos amigos caninos.”

Explore um pouco mais o nosso site, onde encontrará sugestões práticas e uma abordagem moderna para nutrir essa relação especial que tem com o seu “melhor amigo”.

“Estamos aqui para ajudar a transformar desafios em oportunidades e a construir uma conexão duradoura que enriqueça a vida de todos os envolvidos.”

“Junte-se a nós neste caminho e descubra o que significa ser parte de algo verdadeiramente extraordinário.”

As nossas Certicações

Garantir qualidade nos resultados! Vivemos numa era em que o acesso à informação é fantástico. No entanto, sabemos que “o conhecimento académico” não é o mesmo que “o conhecimento do YouTube”. Existem muitos profissionais que reivindicam competência na área da educação e modificação comportamental de cães, mas não conseguem entregar os resultados esperados pelos tutores devido à falta de qualificações. É por isso que as certificações desempenham um papel fundamental.

As certificações fazem toda a diferença e representam um selo de qualidade, profissionalismo e satisfação. Cada vez mais, as pessoas procuram os melhores técnicos ou especialistas, e a maioria dos clientes já está consciente disso. As certificações também ajudam a educar o público sobre a importância de escolher profissionais certificados e reconhecidos internacionalmente, mesmo que a profissão ainda não seja regulamentada em Portugal.

Como pode identificar um profissional certificado? Os institutos de referência mundial atribuem SIGLAS, e é por isso que um profissional qualificado ostenta com orgulho essas siglas após o seu nome. Por exemplo: Pedro Runa IMDT Dip.TC.”

Estabelecer um programa de certificação fortalece a reputação de uma profissão. Embora ter cumprido com sucesso um programa de certificação, não seja uma garantia de sucesso nos resultados, a certificação diz ao cliente, que o profissional em questão, procurou um programa de certificação, testou os seus conhecimentos e foi aprovado.

Educação e Formação: Para obter uma certificação, os profissionais geralmente passam por um extenso programa de educação e treino. Isso significa que eles têm um conhecimento sólido das teorias, práticas e técnicas mais atualizadas no campo do treino ou comportamento animal.

Padrões Éticos: Organizações certificadoras muitas vezes estabelecem padrões éticos rigorosos que os profissionais devem seguir. Isso inclui o tratamento humano dos animais, a privacidade do cliente e a conduta profissional geral. Esses padrões garantem que os profissionais atuem de maneira responsável e compassiva.

Métodos Baseados em Ciência: Certificações frequentemente exigem que os profissionais utilizem métodos baseados em ciência, o que significa que as suas abordagens são fundamentadas em pesquisas científicas sólidas sobre o comportamento animal. Isso proporciona aos clientes uma maior confiança de que os métodos empregados são eficazes e seguros.

Aprendizagem Contínua: A manutenção da certificação geralmente exige que os profissionais continuem a aprender e a atualizar-se em relação às novas descobertas e técnicas. Isso garante que eles permaneçam atualizados e capazes de oferecer os melhores serviços aos clientes e aos seus animais de estimação.

Avaliação de Competência: Para obter a certificação, os profissionais muitas vezes passam por avaliações rigorosas, que podem incluir testes práticos, avaliações de habilidades e exames teóricos. Isso demonstra que eles têm as habilidades e conhecimentos necessários para desempenhar as suas funções com eficácia.

Garantia de Qualidade para Clientes: Para os clientes, a certificação é uma garantia de que estão a trabalhar com um profissional que atende a determinados padrões de qualidade. Isso oferece paz de espírito e confiança de que estão a tomar as melhores decisões para o bem-estar dos seus animais de estimação.

Em resumo, a certificação é uma maneira de garantir que os profissionais tenham a educação, treinamento e ética necessários para fornecer serviços de alta qualidade no campo do treino ou comportamento animal. Isso beneficia tanto os profissionais quanto os seus clientes e, acima de tudo, os animais de estimação envolvidos

Todas as certificações técnicas da Dogga Academy for dogs são individuais e renováveis.

Não, eles desempenham papéis distintos. Um comportamentalista é um académico, um investigador, alguém profundamente envolvido na ciência do comportamento dos cães. Normalmente, é aquela pessoa que busca entender todos os detalhes que influenciam o comportamento canino. Ele investiga os antecedentes e as consequências dos comportamentos e procura soluções para modificá-los. Essa análise é essencial para o sucesso na modificação comportamental. O comportamentalista compreende que os comportamentos são moldados pelo ambiente, tanto interno quanto externo. Portanto, ele trabalha para alterar esse ambiente, visando criar mudanças favoráveis no comportamento. A certificação desses profissionais é mais desafiadora de obter, pois requer uma compreensão académica aprofundada.

Por outro lado, um treinador é um técnico. Ele identifica problemas comportamentais e encontra soluções práticas e eficazes para resolvê-los. Deve ser criativo na adaptação do ambiente, focado na análise e na obtenção de resultados, simpático e compreensivo com os tutores, calmo com os cães, ágil na aplicação de técnicas e organizado nos detalhes. A certificação para treinadores é mais acessível, pois se concentra principalmente na parte técnica.

Em primeiro lugar, é importante compreender que um veterinário é um especialista em saúde animal, ou seja, um fisiologista, e não um comportamentalista, que é especializado em comportamento animal!

Um veterinário pode oferecer orientação em questões simples, com base na sua experiência. No entanto, quando os problemas são mais complexos ou as orientações do profissional de saúde animal não resolvem o problema, é aconselhável consultar um comportamentalista.

Na sua formação académica, os veterinários têm uma disciplina de Etologia, que abrange um semestre com um total de 60 horas. Nessa disciplina, eles estudam o comportamento de diversas espécies, incluindo aves, anfíbios, cavalos, coelhos, tartarugas, ovelhas, cabras, bovinos, cães, macacos, gatos, animais exóticos, entre outros. No entanto, devido à vastidão de espécies abordadas, os veterinários podem não ser a melhor opção para resolver problemas específicos de educação ou comportamento do seu cão.

Um comportamentalista de cães estuda uma variedade de matérias, conteúdos e disciplinas relacionadas com o comportamento animal e a modificação comportamental canina. As áreas de estudo típicas incluem:

Etologia Canina: Esta é a disciplina central que se concentra no estudo científico do comportamento dos cães. Isso inclui a compreensão dos padrões de comportamento natural dos cães, a comunicação entre cães, as respostas a estímulos ambientais e muito mais.

Aprendizagem e Condicionamento: Os comportamentalistas de cães estudam os princípios do aprendizado animal, incluindo o condicionamento operante e clássico. Isso ajuda a entender como os cães aprendem e como os comportamentos podem ser modificados.

Psicologia Canina: Esta área envolve o estudo da mente e das emoções dos cães. Compreender a psicologia canina é fundamental para abordar problemas comportamentais.

Comportamento Agonístico: Isso inclui o estudo de comportamentos agressivos e outros comportamentos de confronto entre cães e com outros animais ou pessoas.

Comportamento Alimentar: Os comportamentalistas de cães estudam a relação entre a alimentação, o comportamento alimentar e os problemas de comportamento relacionados com a alimentação.

Comportamento Social e Comportamento Maternal: Isso envolve o estudo das interações sociais entre os cães, incluindo comportamento de maternidade e criação de filhotes.

Treino de cães: Embora os comportamentalistas não sejam treinadores no sentido tradicional, eles estudam técnicas de treinamento canino para auxiliar na modificação de comportamento.

Patologia Comportamental: Isso inclui o estudo de problemas comportamentais graves e distúrbios psicológicos em cães, como ansiedade de separação, fobias e compulsões.

Terapia Comportamental: Os comportamentalistas desenvolvem estratégias e técnicas de terapia para abordar problemas de comportamento específicos em cães.

Ética e Legislação: Comportamentalistas devem estar cientes das questões éticas envolvidas no tratamento de animais e das leis relacionadas ao bem-estar animal.

Comportamento de Raças Específicas: Algumas raças de cães têm características comportamentais específicas que requerem estudo adicional.

Além disso, os comportamentalistas de cães podem manter-se atualizados com as últimas pesquisas científicas e desenvolvimentos na área do comportamento animal. Eles também podem participar de programas de formação e certificação específicos para aprimorar as suas habilidades e conhecimentos. A educação contínua é fundamental para se tornar um comportamentalista de cães competente e eficaz.

O nosso Diretor Técnico – acumula funções de Head Trainer & Behaviour Consultant ( treinador principal e comportamentalista ) têm um extenso curriculum técnico e académico adquirido internacionalmente, nos últimos 8 anos tem feito aproximadamente 1000 consultas por ano, é o responsável técnico na Dogga Academy por cerca de 180 cães por semana, e por mais de 40 treinadores formados por si. É ainda membro dos seguintes institutos de referência mundial:

Prémios

O Papel do Treino Positivo na Vida com o seu cão

Os cães são naturalmente seres sociais, curiosos e inteligentes. Se não lhes ensinarmos, eles aprenderão por conta própria, o que nem sempre é o ideal. No entanto, com o conhecimento adequado, socialização, treino positivo, jogos e interações, podemos fortalecer a ligação entre cão e dono. Isso resulta em maior liberdade, segurança, respeito, confiança e, como consequência, um cão mais equilibrado e uma família ainda mais feliz!

Independentemente de nos procurar na nossa academia para treino ou educação familiar, ou para modificar comportamentos, estamos aqui para ajudar a construir uma relação positiva com o seu cão. Utilizamos EXCLUSIVAMENTE o TREINO POSITIVO e promovemos a ESTIMULAÇÃO COGNITIVA para alcançar os melhores resultados.

Frases sobre comportamento e educação de cães

Ensine o seu cão com amor, não com medo! Os cães felizes e educados, são ensinados com reforço positivo. Recompense os comportamentos bons, e redireccione os maus.

Um dos grandes equivocos sobre o comportamento, é dá-lo como garantido! Qualquer treinador mediocre de cães lhe irá dizer que dar um comportamento como garantido, num determinado cão, de uma determinada raça, é incorreto!

No que diz respeito ao processo de sociabilização, a iliteracia dos tutores e da maioria dos profissionais está desatualizada. A sociabilização é um processo, constituido por habituação, educação e socialização. Esta é sem duvida a mais importante competencia que um cão pode adquirir na nossa sociedade.

O treino positivo é a única forma da aprendizagem do cão que é construída com base na confiança e respeito mútuos necessários, para que possam fazer escolhas corretas sem danificar a relação entre o cão e o tutor.

A interrupção voluntária ou involuntaria, dos tutores, ao reagirem a um comportamento incorreto de um cão, está na origem da criação de comportamentos alternativos ou de substituição. Até aqui, nada de novo! O que pode surpreender os tutores, é que os alternativos, podem de facto ser bem piores.

A socialização é muito diferente de exposição! Talvez por isso, a maioria dos cães hoje em dia, desenvolve problemas sociais graves, com origem numa deficiente socialização!

Ensinar o cão a não puxar na trela! Ao dizer esta frase o profissional está a cometer 3 erros.

. Ensinar o cão a não puxar á trela não é um comportamento

. Puxar a trela é o resultado de diferentes motivações do individuo

. Só podemos ensinar o cão a andar ao lado e ao ritmo do tutor

O treino de cães, é um processo em constante evolução!

No século XX o pensamento sobre o comportamento, era de que se tratava de uma caracteristica, gene, que estava dentro do individuo. No século XXI e para bem de todos os cães, a ciencia explica muito bem, que o comportamento é afetado pelas condições ambientais, sejam elas externas ou internas!

O que não fazemos ❌

Verified by MonsterInsights